subestações

Top 3 razões para integrar conexão wireless nas suas operações IIoT

Top 3 razões para integrar conexão wireless nas suas operações IIoT

7 minutos Adicionar a conexão sem fio (wireless) às operações de Internet das Coisas Industrial (IIoT) nunca antes foi tão importante como hoje. Hoje, sensores e dispositivos conectados à Internet transformam o o nosso arredor, desde as nossas casa até os nossos carros, escritórios, até mesmo cidades. E agora, cada vez mais pessoas vêm descobrindo as formas como as coisas conectadas à Internet podem transformar as operações industriais. A Internet das Coisas Industrial (IIoT) coloca dispositivos inteligentes e sensores de rede em chão de Continue lendo

A nova geração do módulo de teleproteção Ethernet RFL™ GARD

A nova geração do módulo de teleproteção Ethernet RFL™ GARD

2 minutos A HPS/RFL está lançando a segunda geração do módulo de teleproteção Ethernet (ETPS) RFL GARD 8000. Embora este módulo possa ser usado como um substituto direto para o módulo ETPS anterior, seu principal objetivo é fornecer um canal Ethernet nativo de teleproteção de estação a estação. Como resultado, existem vários novos recursos que oferecem suporte a este aplicativo. Com este módulo, subestações podem migrar seu tom de áudio legado e canais de teleproteção digital TDM (multiplexação por divisão de tempo) para redes Continue lendo

WEBINAR RFL: “Confiabilidade da rede por meio de controles de segurança”

WEBINAR RFL: “Confiabilidade da rede por meio de controles de segurança”

menos de 1 minuto No dia 11 de março de 2021, a RFL promoverá o webinar “ Confiabilidade da rede por meio de controles de segurança”, sobre segurança cibernética, destinado a profissionais que atuam no setor de telecomunicações em concessionárias de energia. O objetivo da palestra é abordar a importância da confiabilidade da rede, controles de segurança e como isso impacta na estrutura da companhia. Ela será ministrada no formato de perguntas e respostas, mediadas pelos especialistas da RFL, Manny Duvelson e Karl Perman. Continue lendo

Avaliação da condição de para-raios em subestações

Avaliação da condição de para-raios em subestações

7 minutos É necessária uma coordenação de isolamento adequada para aumentar a vida útil dos equipamentos de subestações, já que estes possuem um alto custo. Os para-raios instalados em subestações têm o objetivo de desviar as sobretensões para a terra e, assim, proteger os caros equipamentos de manobra. Para-raios são monitorados basicamente por meio de três testes que avaliam sua condição: monitoramento da corrente de fuga, medição da resistência de isolamento e varredura térmica indicam qualquer deterioração nos para-raios. Destes, a medição de corrente Continue lendo